9 de ago de 2009

Os medos que tenho

Eu tenho medo de pessoa comum.
Sabe aquele tipo que se veste super na moda? Com marcas, cores, padrões e modelos?
Que só escuta a música mais moderna, que só vai a festas super badaladas, assiste filmes em que o ator e a atriz estejam em alta, veêm as novelas só para copiar girias e maquiagens...
Eu sou esquisita, muito esquisita.
Falo sozinha o tempo todo, por pura necessidade de ouvir o meu pensamento claramente, de fazer os meus sonhos chegarem as estrelas.
Tenho um TOC engraçado e que já me colocou em algumas situações constrangedoras(o que poderia ser muito vergonhoso, se eu não fosse eu).
Uso as roupas mais doidinhas, obedecendo a última tendência do meu espelho, porque é ele quem sempre dá a palavra final, mesmo as vezes deixando um filho de 10 anos um pouco contrariado.
Falo besteira e na maior parte o que me vem a cabeça sem freio, deixando maridones estarrecido e com vergonha(essa é a minha parte favorita).
Eu sou do tipo que quando escuto ABBA, tenho vontade de dançar, pode ser em casa, no shopping ou no supermercado, sempre dou um passinhos.
Mas sou moderada, não gosto de falar alto para chamar a atenção de desconhecidos, falo em voz mais alta(grito mesmo)para chamar atenção dos meus meninos, e isso é quase uma constante...
Quando era mais nova, era comum algum super amigo meu se apaixonar por mim, eu sempre fui muito simpática e logo os meus queridos confundiam, mas eu sempre dava um sacode neles e resolvia o assunto. Hoje sou menos simpática com as pessoas do sexo masculino por medo de que isso aconteça novamente, já pensou a cena? Eu já.
Ainda quando eu era mais nova(e atualmente também), nunca tive papas na língua(sei lá o que significa, mas sempre gostei de ouvir isso dos outros/será bom ou ruim?), sempre fui desajeitada e meio sem noção, o que deixou maridones desconsertadamente apaixonado por mim no momento em que me viu pela primeira vez.
Tenho medo de quem teve apelidos na infância e sente vergonha deles, eu tinha um que eu adorava, só uma pessoa me chamava assim e eu achava o máximo. Zóiuda, porque eu tinha os olhos maior que a cabeça! E quem me chamava assim era uma avó por opção, e ela sempre me amou muito.
Tenho medo de pessoas que sente vergonha quando descobre em casa que andou um dia inteiro com o zíper aberto, fala sério né? Quer vergonha mais desnecessária?
Tenho medo de pessoas sem humor, seja bom ou mal, pessoas bem humoradas me cativam, mas as mal humoradas me divertem tanto, que se elas soubessem não seriam tão mal humoradas.
Tenho medo de quem não sorri quando vê uma grávida, seja pelo motivo do milagre da vida ou por saber o que a espera.
Um videozinho do que não tenho medo! Eu fazia a coreografia inteira no meio da quadra de voley na escola.

11 comentários:

Biana França disse...

Hahahaha, somos assim meio maluquinhas...fazer o quê,né?
Gente mal humorada é uó, gente sazonal tbm (kkkkkkkk).
Meu apelido na escola era olho de boi, pelo mesmo motivo do seu apelido, acho maior graça.
Você é uma doidinha, todos sabemos, mas eu, acho que esse é o charme!!!!!!!!!
Te adoro
Bjus

Nina disse...

Que beleza de texto Soninha! É mesmo a tua cara, tudinho! Parece que te conheco há anos, se nao fosse no teu blog, e eu tivesse lido, sem saber quem havia ecrito, diria sem pestanejar "isso aqui é Soninha" ou da Gi :)

que beleza...

Dri Viaro disse...

Boa semana pra vc.
Voltarei com mais tempo depois.
bjssss

ysa disse...

temos que viver damaneira que nós sentimos bem !"**
e deixar de lado o que vão falar !
o importante é sermos feliz !

Renata disse...

O máximo, Soninha!!!!!

Tô contigo e não abro. E ainda pergunto: Alguém NÃO fez essa coreografia?????rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs...

Beijo grande,

Rê.

Carlinha disse...

Parece que eu escrevi isso, sério! Sou eu escritinha,cuspida e escarrada!

Vc é viu o comercial do "não se reprima porque isso não é natural..." Eu sei que essa música é velha, mas agora, com uma mulher cantando fez todo sentido pra mim. Durante algum tempo quis esconder tudo isso aí,e claro, nunca consegui, mas agora eu apertei o botão do F e me amo como nunca antes e me admiro por ser uma pessoas tão segura quanto as minha loucurinhas.
Amo você!

calma que estou com pressa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lúcia disse...

hahahahahaha
Amoooo essa música!!
bjins

Nine disse...

Olá...é vc tem razão...esconder o q somos e o q sentimos faz com q esquecemos da nossa essência.

Beijinhos...Nine

Estela disse...

AH! Debochar de si mesma, ter bom humor sempre, ser meio Polyana, essa sou eu também... E sou feliz assim...

E dá-lhe ABBA, Flashdance e por minha conta, Salsa, o filme quente... U-Hu!!!

calma que estou com pressa disse...

olá ! miga! eu tb tenho medo ! destas pessos ue nao pensam or si, fazem o ue dita a moda, são uns fantoches nas ão que querem que cnsumamos...ttodas iguais.já pensou que tédo...ah eu gosto de axeporque tá moda, tem que comprara aquela rupa porque está na moda! realmente te que ter medo! eu gosto da originalidade, do saber o que gosta, e não ter medo de usar,decorar, ousar..ah e fala sério miga eu dancei esta música nos aureos tempos e quer sabe ainda danço, canto(do meu jeito rsrsrs)! eu amo a pontaniedade! ja gostava de voce, agora gosto mais ainda! é isto aí amiga, viva a originalidade, adoro ver alguém vesido diferente no meio de tanta gente igal, esta deve ser dez!

bjs
flashdance tudo de bom