30 de abr de 2008

O que eu vejo

Quem me conhece sabe.

Adoro um reality show.

Mas não é qualquer um não, de preferência in natura, do jeito que nasceu pra ser e no país de origem...

Assisto: Esquadrão da Moda, Extreme Makeover-Home Edition, American Idol, America's Next Top Model, Hells Kitchen, Project Runway, Overhauling, Changes Roons, os milhões de programas sobre cirurgia plástica... Vários.

Mas não consigo acompanhar a versão nacional dos ditos cujos...

Temporada passada, estava tão empolgada com o American Idol que tentei ver, tentei mesmo, o IDOLOS brazuca, não teve jeito, peguei raiva de tudo, da organização, dos jurados- ainda mais depois que ouvi o fulano de barba falando mal e com desdém do Oswaldo Montenegro, tudo bem que não sou uma fãzoca do Oswaldo, mas gosto de ouvir ele cantando.

Sou alucinada com a maneira que os gringos conseguem enrolar os telespectadores, como fazem o negócio funcionar, não existe uma pessoa boa o tempo todo e nem má, bem vida verdade. Adoro escutar o TY gritando"Good Mornig family tchurururururur!", as caras que o Simon faz quando está totalmente em desacordo com o Randy e a Paula, O cartão de crédito no valor de U$5.000 que a Stacy e o Clinton dão pros americanos mais sem noção do mundo!

Pro meu gosto, vale muito bem uma hora de bobeira na frente da TV!

23 de abr de 2008

Lista de 2008

Depois que estive de férias em Florianópolis, voltei de lá com uma idéia maluca e muito grande de me mudar pra lá. O lugarzinho bom. Tem praia e é uma cidade relativamente grande. Adorei!
Daí na minha lista de "a fazer" de 2008, aquela que quase todos os mortais fazem, comecei assim:
  • parar de roer as unhas
  • levar a vida menos a sério
  • MORAR EM FLORIANÓPOLIS
  • ter mais paciência com os meninos
  • perder a barriga e nunca mais achar
  • visitar minha irmã no Rio Grande do Sul
  • trocar de celular
  • colocar o PP na escola
  • fazer um jardim de flores
  • plantar tomates cereja
  • estudar um pouquinho mais
  • aprender a costurar
  • fazer o preventivo
  • ter mais tempo pra mim
  • rir mais
  • GANHAR NA MEGA-SENA
Jogo toda semana vai que dá certo!hahahaha
Já consegui parar de roer as unhas, já visitei minha irmã e só.
Mas listas são feitas e desfeitas o tempo todo, quem sabe até o dia 31.12 eu realizei tudo???




17 de abr de 2008

Rôo unhas desde sempre.
Não consigo lembrar de um momento bom ou ruim em minha vida que não estivesse roendo as unhas, antes, durante ou depois do fato em si.

Meu marido, não reclama da minha pochete(barriga adquirida), não acha ruim eu não ter "seios fartos"(nem seio de jeito algum), de eu assistir filme com o Hugh Grant e ficar suspirando, etc, etc... Mas roer as unhas pra ele sempre foi o FIM. Só que eu nunca dei muita pelota pro que ele dizia

Mas no mês de março resolvi que iria parar de roer unhas.

Falei com a Fernanda(minha querida consultora AVON), e comprei aquele trocinho ruim da peste de passar nas unhas para parar de roer e comecei a minha empreitada no mundo das meninas com unhas(isso na minha infância teria sido de grande ajuda) que podem beliscar e espremer espinhas(êca!).

Já faz um mês que não boto meus dedinhos na boca, no começo até pensava em por, só que agora veio um novo problema. Minhas unhas quebram. Ai que saco!! Agora entendo todas as cenas que eu vi na minha vida a respeito do assunto.

Agora tenho novos problemas na minha vida: Manicure, esmaltes, lixas...

Sem falar que preciso urgente de um novo "escape", não agüento mais as minhas chatices!

16 de abr de 2008

Primeiro Passo: os pontos.


    Quando somos pequenos achamos que tudo é muito maior do que de fato é.


    • Quando eu era pequena uma garrafa de 1 litro de coca-cola saciava a sede de 5 crianças mais dois adultos

    • As férias de verão tinham a duração de uma estação

    • Papai Noel existia e o Coelhinho da Páscoa também

    • Minha mãe era muito maior que eu

    • As viagens eram rápidas(eu dormia o tempo todo)

    • Meu primeiro filho seria menino

    • Vi o primeiro morto de minha vida, que me assombra até hoje

    • Não exisitia(na minha cabeça) diferença entre pop e brega, bonito e feio

    • Quando tinha 10 anos, descobri a diferença racial, eu tinha convicção que erámos todos da mesma cor, e acreditava que era Negra, até que fui inserida num universo onde existe o Negro e o Branco. Isso aconteceu em um único episódio. Mudei de escola e no primeiro dia de aula na 5ª série, algumas garotas maiores apontaram pra mim e disseram: "Olha que menina mais branquinha". Classifico isso como Minha Primeira Crise Depressiva.

    • Achava que se não fosse ver o Menudo no Couto Pereira(estádio de Futebol), iria morrer

    • A casa da minha vó era um mistério

    • Dormir fora de casa sem os pais uma aventura

    • Saber a tabuada uma vitória

    • Andar de carrinho de rolimã não era só coisa de menino

    • Fantasma existia e bruxa também

    • Se eu fechasse bem os olhos ficaria invisível

    • Se eu falasse "EU LEMBRO" lembraria do meu sonho assim que acordasse

    • Eleições eram épocas coloridas(não sei porque)

    • Dormia antes de começar a novela das 20:00 que começava as 20:30

    • Dava BOA NOITE pro Cid Moreira

    • Morria de medo do Caso Verdade do Fantástico

    Ser criança é ter uma outra proporção da vida e ver tudo com sabedoria


    15 de abr de 2008

    O primeiro.

    "Um pequeno passo para o homem
    mas um gigantesco salto para a humanidade"
    Neil Armstrong