17 de abr de 2008

Rôo unhas desde sempre.
Não consigo lembrar de um momento bom ou ruim em minha vida que não estivesse roendo as unhas, antes, durante ou depois do fato em si.

Meu marido, não reclama da minha pochete(barriga adquirida), não acha ruim eu não ter "seios fartos"(nem seio de jeito algum), de eu assistir filme com o Hugh Grant e ficar suspirando, etc, etc... Mas roer as unhas pra ele sempre foi o FIM. Só que eu nunca dei muita pelota pro que ele dizia

Mas no mês de março resolvi que iria parar de roer unhas.

Falei com a Fernanda(minha querida consultora AVON), e comprei aquele trocinho ruim da peste de passar nas unhas para parar de roer e comecei a minha empreitada no mundo das meninas com unhas(isso na minha infância teria sido de grande ajuda) que podem beliscar e espremer espinhas(êca!).

Já faz um mês que não boto meus dedinhos na boca, no começo até pensava em por, só que agora veio um novo problema. Minhas unhas quebram. Ai que saco!! Agora entendo todas as cenas que eu vi na minha vida a respeito do assunto.

Agora tenho novos problemas na minha vida: Manicure, esmaltes, lixas...

Sem falar que preciso urgente de um novo "escape", não agüento mais as minhas chatices!

2 comentários:

Cris de Bourbon disse...

ô, mulher, roer unha é ruim demais. E feio, né? (rs). Ainda bem que vc parou. E esse universo de manicure, lixa e esmalte faz um super bem pra auto estima feminina. Suas unhas estao quebrando pq estao fracas, de tanto que vc roeu, mas tem tratamento pra fortalecer, pergunta pra uma boa manicure. Força aí! E nada mais de dedinhos na boca, rs. beijooooo

Fernanda Falleiro disse...

Nossa é horrivel mesmo...meu marido rói e quando não tem unha ele rói a cuticula e o pior é ouvir ele cuspindo, afff, como eu detesto isso, rsrsrs

tb vou comprar esse trocinho pra ver se funciona com ele!

bj