13 de mai de 2008

pensando no aniversário

Passou o dia das mãe e agora eu começo a contagem regressiva para os meus 35inco-inco com eco e tudo como diz o Caio.
Na verdade, eu já começo a contabilizar os meus novos anos apartir do mês de agosto do ano vigente, ou seja o mês em que acho que fui concebida. Então em agosto já tenho 36, só que eu não gosto de idade com 6 no final, prefiro o 7 e o 8, sabe-se Deus por qual maluquice da minha cabeça. Então passarei o ano com 35inco-inco mesmo.
Quando fiz 30 anos fiz uma listinha humilde de 30 presentes que eu gostaria de ganhar do maridão, pensando que se ganhasse 2 ou 3 já estaria no lucro. Ele me deu 5 itens da lista, e pra não dar o braço a torcer da alegria que fiquei, fiquei azucrianando o pobre falando que ainda faltavam 25 presentes...
Esse ano não vou fazer uma lista, pelo menos não pra dar pra ele, porque eu adoro uma listinha. Faço pra tudo, lista de mercado, de afazeres, de roupas que os meninos estão precisando, de roupas que eu estou precisando, de coisas que ainda quero fazer esse ano, de coisas que tenho que fazer antes de morrer... enfim listinha pra tudo.
Tenho 2 ou 3 listinhas pendurada na porta do meu guarda-roupa, porque lá é o único lugar da casa que posso realmente chamar de meu, o resto é nosso ou deles.
Adoro ganhar presente, e na minha família isso não é segredo pra nínguem, vai ser muito raro ouvir o famosinho "não precisava" sair da minha boca, só falo isso quando realmente não precisava, mas de resto agradeço e uso muito ou exponho muito o que ganho, porque ganhar presente também é uma arte, eu sempre, quando ganho um presente, me ponho no lugar da pessoa que me deu, imagino ela saindo pra comprar, ela escolhendo... Tudo sendo feito tão pra mim que não tem como não gostar. Sem falar nas duas artistas mais artista da familia, a Ana minha cunhada, que tem feito trabalhos lindos em biscuit e da Fernanda amiga e alma gêmea nas loucuras, que faz umas caixinhas lindas.
Mas esse ano não vou pedir nada, não vou dar indireta de nada quero ser surpreendida pelos meus meninos, se eu ganhar um cartão como o que ganhei no dia das mães do Caio já valerá muito a pena ter 35inco-inco.

Um comentário:

Nina disse...

Como é que é? não gosta de idade com 6 no fim? estranho!

mas tá bom, como diz minha mae, cada louco com sua mania, rsrsr

gente, coitado desse marido, 30 desejos???? ahahaha coitadinho!!! deu até peninha.

também sou como vc Soninha, dou mt valor ao que ganho, mesmo nao gostando mt, procuro usar sim, tudinho. acho que é consideracao pelo outro, com vc disse.
avisa quando for o niver, viu?? pelo menos por aqui, vc vai receber um abraco virtual!
bjs