14 de ago de 2008

Minhas Descobertas!

Na minha vida, descobri quase tudo sozinha.
Vou esclarecer o quase.
Quando a gente é criança, "acha e acredita", que descobre tudo sozinho, que antes da gente olhar o céu não existe estrelas, que antes da gente escutar "La Bamba" ninguém nuca escutou...
Quando a gente é criança, a mãe da gente fala: -Sai dai de cima senão você vai cair. Você continua "lá em cima", não cai e se acha um rei ou rainha!
Quando a gente é criança, a gente tem certeza que sua mãe nunca descobriu aquele fundo falso no armário dela... que ela "esqueceu" dinheiro numa bolsa pouco usada...
E a gente acredita que descobriu tudo sozinha, que gravidade existe, que somando sempre aumenta, que quando anoitece escurece... Coisas assim.
Quando eu cresci, e fui tomar conta da minha vida, já não era mais menina, já tinha quase 23 anos e tava indo morar sozinha pela primeira vez na vida!
Não que eu quizesse ir morar sozinha, mas era necessário.
Então eu descobri coisas preciosas, e aí realmente eu estava sozinha.
Aprendi a fazer arroz pra uma pessoa só. Sem deixar sobras. Hoje sei fazer arroz na conta certa pra sempre ter arroz fresco em casa.
Aprendi a pagar contas de verdade, não conta de roupas e sapatos, mas conta de luz, água, telefone, aluguel e mercado.
Aprendi a confiar em mim e no meu sexto-sentido.
Aprendi a ouvir conselhos, aproveitar o que é bom e descartar o que não me servia.
Aprendi a ser desconfiada, não sei até onde isso foi bom, mas na época me livrou de alguns apuros.
Aprendi o valor das coisas.
Aprendi o valor das pessoas.
Aprendi a ficar sozinha.
Aprendi que "quando a esmola é demais o santo desconfia".
Depois me transformei mãe, e foi uma das mudanças mais duras e difíceis da minha vida.
Descobri que responsabilidade, não é só cuidar do que me pertence. É cuidar de um todo.
Aos poucos fui aprendendo na marra, que filho, tem outro ritmo, outro tempo, outra visão. Vou respeitando isso. Vou me mudando um pouco. Vou me firmando.
Quando tive meu primeiro filho, cai na besteira de escutar conselhos de pessoas que não tinham filhos ou de pessoas que não viviam a mesma situação que eu.
Resultado: Vivia frustrada, achando que estava fazendo tudo errado.
Hoje eu aprendi que conselho só funciona se você viveu ou vive situação similar, do contrário esqueça! É balela!
Tô aprendendo muito, tô vivendo muito e tô gostando muito.

11 comentários:

Carlinha disse...

Adorei esse texto Soninha, lindo, viu? Isso tudo só mostrou que você é uma vencedora na vida e que foi uma guerreira! Parabéns por tudo que conquistou e ainda conquistará.
Beijos e parabéns!

Biana França disse...

Sônia, adorei o texto!!!
Um, bju enorme...
Os meninos são lindos!!!
Ah, como eu fçao para postar uma música?????rsrsrs
Bjus.

Marsyah disse...

Sôninha,

Gostei de tudo, tudo, tudo.
Te amo.

Lilian Glaisse disse...

ai, não me diz isso, pq toda vez que curitiba fica congelada, significa que em alguns dias SP tb ficará!! buááá
aqui esfriou um pouco ontem e hoje amanheceu chovendo, mas com a roupa que eu tô até passei calor na hora do almoço. Se bem que, estou com uma meia fio 40 e outra fio 80 por baixo rsrsrs

beijossss

Biana França disse...

Ai, eu tentei, juro que tentei!!!
Mas eu vou conseguir.
Topeirona, eu?
Imagina,rsrsrs
Bjus

Biana França disse...

ai, meu Deus q terror, eu não consigo de jeito nenhum,kkkk.
Nem sei qual é a dúvida!!
Mas, valeu pela força.
Bjus.

Biana França disse...

KKKK, tão didático. Eu vou tentar amanhã!!!
Aí te mando a resposta.
Bjus
Ah, que paciência q vc tem
Bjus de novo, kkk

Carol disse...

Até hoje,quando encontro algo(principalmente musical),ainda tenho um pouco daquela sensação de que só eu conheço.O chato é que passa rápido,mas é muito bom.

Espero aprender "na marra",como você aprendeu.Até hoje,foi assim que aprendi as coisas mais importantes da minha vida.

Beijos!

Fernanda Falleiro disse...

Eu tb cai nessa de ouvir "conselhos"...
No primeiro mes o Gabriel teve ecterisia e o médico falou que era só pegar sol que ia ficar tudo bem, mas as tias avós dele que são enfermeiras diziam que o estado era grave e bla bla bla...resumindo passei quase um mês preucupada, chorando e trocando de pediatra, aff, foi pra aprender mesmo, nunca mais!

Bjos

Pelos caminhos da vida. disse...

Primeira visita!


Gostei daqui.

bom fim de semana.


beijooo.

Monique Lôbo disse...

Lindo texto,muito sincero.
Eu também sempre que descubro algo novo sinto que só eu sei,até hoje,ainda sou novinha e vivo sob as asas dos meus pais,mas aos poucos estou descubrindo as coisas da vida adulta,da responsabilidade,é tudo muito complicado,mas estamos aí!rs!
Bjusss